Conselheiros cobram presidente por palmeirenses na Arena da Baixada

Foi enviada nessa quinta-feita a Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, uma cobrança para que o clube tenha torcedores no confronto diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, em partida prevista para o final de outubro, pelo Campeonato Brasileiro. O clube rubro-negro tem adotado restrições a torcedores visitantes.



A carta é assinada por Felipe Giocondo, José Corsini, José Menani Junior, Luiz Moncau, Marcos Gama e Sylvio Mukai, membros do Conselho Deliberativo. No documento, citam ainda os problemas que o Furacão teve em 8 de junho, na vitória por 1 a 0 do Palmeiras. O presidente do Conselho Deliberativo do Athletico Paranaense, Mario Celso Petraglia, chamou de “jaula” o setor destinado aos torcedores rubro-negros.Confira abaixo a íntegra da carta enviada a Maurício Galiotte:



“Palestra Italia, 26 de junho de 2019



Excelentíssimo presidente Mauricio Galiotte,



Na condição de conselheiros da Sociedade Esportiva Palmeiras e representantes da torcida que canta e vibra, destacamos:



O Palmeiras cumpriu aquilo que dele se esperava e destinou à torcida do Clube

Athlético Paranaense, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro de 2019, a deferência que, à exceção de questionáveis disposições legais em contrário, é devida à torcida de qualquer clube que venha jogar no Allianz Parque: cota de ingressos condizente com a legislação, espaço reservado e delimitado dentro do estádio e acesso exclusivo.



A torcida adversária ocupou seu lugar, mas o que ganhou destaque na mídia foi o desconforto causado por uma rede de proteção que dificultava a visão do campo de jogo. Trata-se realmente de uma falha que deve ser corrigida, e as imagens divulgadas demonstram isso. Seria importante que o Palmeiras buscasse soluções alternativas que não causassem problemas futuramente.



Esse equívoco, porém, não pode e nem deve ser utilizado como justificativa para se validar a proibição de acesso à torcida adversária no estádio do rival deste jogo, sob um falacioso projeto intitulado “Torcida Humana”. O que o principal dirigente do Athlético Paranaense, Mario Celso Petraglia, faz de fato é isso: impede que torcedores rivais possam ter um local reservado e, ainda pior, proíbe que usem vestimentas que façam alusão a agremiação para a qual torcem. Em quais países reconhecidamente civilizados algo assim seria tolerado?



Tem sido assim há quase um ano, e a penúltima torcida brasileira a efetivamente ter respeitado o seu direito de torcer e comparecer em peso à Arena da Baixada foi logo a do Palmeiras, em 06/05/2018. Naquela ocasião, 4.602 palmeirenses adquiriram ingressos para o setor visitante. Um mês depois, já não se permitia mais a presença de torcedores de outros times que não o Clube Athlético Paranaense na Arena da Baixada.



Em virtude da prática já estabelecida pela equipe paranaense, solicitamos que o excelentíssimo presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras, na defesa dos interesses de seus torcedores:



▪ Tome as necessárias providências para corrigir os problemas de visibilidade no setor visitante do Allianz Parque;



▪ Informe ao Clube Athlético Paranaense sobre as medidas a serem tomadas,

manifestando seu compromisso em prover um bom tratamento à torcida daquela agremiação em confrontos futuros;



▪ Atue para assegurar que a torcida palmeirense tenha espaço reservado, de acesso exclusivo e sem a proibição de uso de vestimentas no estádio Arena da Baixada, no confronto a se realizar pela 27° rodada deste Campeonato Brasileiro, conforme determina o Regulamento Geral das Competições 2019 da CBF, em seu artigo 86;



▪ Atue para assegurar que os preços a serem praticados pelo Athlético Paranaense sejam equivalentes ao cobrados da torcida local, conforme disposto no artigo 85, parágrafo 4 deste mesmo regulamento.



No interesse do torcedor palmeirense em todo o país, solicitamos que tal ação (e outras que V. Sa. entendam necessárias) seja executada com a máxima urgência, para que, em caso de não concordância, exista tempo hábil para que sejam tomadas as medidas administrativas e judiciais eventualmente cabíveis.



Renovando nossos protestos de estima e consideração, reafirmamos nossos melhores votos.



Avanti Palmeiras!



Felipe Giocondo

José Corsini

José Menani Junior

Luiz Moncau

Marcos Gama

Sylvio Mukai”

Veja Abaixo mais Postagens sobre Esporte que Separamos para Você!

You may also like...

Scroll Up