Rafael Galhardo espera repetir números de sua última passagem pelo Grêmio

Buscando seu espaço no tricolor, Rafael Galhardo tem treinado forte e se preparado bastante até mesmo em suas folgas para estar nas melhores condições à disposição do técnico Renato Gaúcho. De volta ao clube em março, fez sua reestreia logo após, mas, apesar de ter atuado em dois jogos sem derrotas, não teve ainda a sequência esperada.



Mais experiente desde sua saída, passou por Athletico-PR, Cruzeiro e Vasco, tendo no último, atuações que em comparação com os laterais do tricolor na mesma temporada, se destaca em alguns quesitos de sua posição.



– Fico feliz de ter voltado ao Grêmio e agora com essa inter temporada poder trabalhar bastante, temos três competições pela frente. Como o Renato fala sempre, ele vai precisar de todo mundo, então tenho trabalhado forte, bem, para quando surgir uma oportunidade poder aproveitar da melhor maneira possível e poder ter uma qualidade de jogo igual tive em 2015, mas trabalhando sério, tranquilo junto com todos porque temos competições difíceis pela frente e precisamos de todos concentrados para irmos bem em todas as competições – avaliou o lateral.



Pelo Vasco, ele teve 88% de aproveitamento em passes em apenas 11 jogos pelo Campeonato Brasileiro, acertando 327. Apesar de ter realizado poucos desarmes, Galhardo não errou nenhuma vez dos oito totais. Provando ser um lateral mais ofensivo, foi líder em finalizações em sua posição mesmo com menos jogos que Ramon com 19 no total e apenas 9 finalizações, assim como Henrique, com 24 atuações e as mesmas 9 finalizações a gol.

Nos 11 jogos finalizou 14 vezes enquanto Lenon que atuou em 9 partidas na lateral-direita, aparece com apenas 2 finalizações. Em lançamentos, são apenas 5 corretos a menos que Henrique, com 34% de aproveitamento.



Na temporada 2018, em comparação aos laterais do Grêmio, seu atual clube, os laterais do tricolor finalizaram a gol muito menos. Foi o caso de Léo Gomes com 13 jogos e 7 chutes a gol, e Leo Moura com 18 jogos e apenas 3 finalizações. Em desarmes, ambos erraram pelo menos em 3 tentativas, num total de 0,3 por jogo. Galhardo, pelo Vasco, ainda teve 11 lançamentos corretos, numa média superior aos laterais do tricolor, com apenas 7 lançamentos corretos.



Galhardo teve 54% de aproveitamento no Vasco sem derrotas, além de ter atuado em partidas importantes como os clássicos contra Botafogo e Fluminense e duas vitórias do cruz-maltino por 3 a 2, ambas. Já com a camisa gremista, o ano de 2015 marcou uma das melhores temporada de Galhardo, além de ter balançado as redes duas vezes, teve 77% de aproveitamento, 27 vitórias, 11 empates e 11 derrotas. Atuou 33 partidas pelo Brasileiro com 78% de aproveitamento, sendo 18 vitórias, 8 empates, e apenas 7 derrotas na competição.



Na atual temporada, por estar vestido a camisa do tricolor novamente na carreira, Galhardo espera repetir a boa temporada de 2015, inclusive pelo fato de em 05 de julho completar quatro anos de seu primeiro gol marcado pelo Grêmio diante do Joinville, na vitória por 2 a 1, no Campeonato Brasileiro.

Veja Abaixo mais Postagens sobre Esporte que Separamos para Você!

You may also like...

Scroll Up